UOL Entretenimento

20/04/2010

Para a turista acidental, a redescoberta do Brasil

 
 

Para a turista acidental, a redescoberta do Brasil

 

 

Últimos dias no Brasil. Na praia do Cumbuco, em Fortaleza, que ninguém é de ferro. Hoje à noite, festa Cine Locomotiva para celebrar o final do Como Ver um Filme em Fortaleza e o final da minha primeira “tour” brasileira: uma trinca de DJs super cool e a banda Locomotiva interpretando canções que os filmes tornaram célebres. Tudo na boate Seven (anexo do Mucuripe Club) – um final feliz para uma jornada intensa, cansativa mas muito produtiva. Uma redescoberta do Brasil fora do eixo Rio-São Paulo, repleto de idéias, energia, criatividade, querendo consumir e fazer cinema.



 Onde então estaria o enguiço, a obstrução? Sou uma visitante num lugar que com quem tenho uma relação ao mesmo tempo muito profunda e muito fracionada. Não cabe a mim dar palpites – essas coisas só se resolvem de dentro para fora. Mas a vontade está lá, aliás aqui. E posso garantir que, do outro lado das fronteiras que cada vez significam menos, existe há muito tempo a esperança de que o Brasil sente-se à mesa da conversa onde já estão tantos outros países e cinemas.

 Enquanto isso, o hemisfério norte está à sombra do vulcão, como John Huston… mais sobre isso em breve..

 

Por Ana Maria Bahiana às 10h52


13/04/2010

Na estrada com Como Ver um Filme

 
 

Na estrada com Como Ver um Filme

 

 

Dias agitados e produtivos. Intensivão de um dia na Casa do Saber é sempre um desafio de proporções atléticas. Com a vantagem de sermos todos viajantes juntos, ao longo do sábado.

Caxias do Sul já é o recordista de público : 250 pessoas no Centro de Cultura Dr. Henrique Ordovás Filho, entre a sala de cinema e o café Zarabatana (num telão! Me senti a própria Madonna...) Lugar lindo, alto astral, super simpático. Todos os slides funcionando perfeitamente, tela bacana para os clipes, som bom. E uma galera interessadíssima, perguntas espertas. Um prazer total.

Depois de amanhã, Fortaleza. Últimas e poucas vagas disponíveis, me dizem. Povo da bela metrópole do nordeste, quero ver vocês….

 


 

 

Por Ana Maria Bahiana às 11h01


07/04/2010

Depois da tempestade, (quase) tudo sobre Como Ver um Filme

 
 

Depois da tempestade, (quase) tudo sobre Como Ver um Filme

 

 

 

 

Cheguei ao Rio de Janeiro junto com a tempestade. Me senti como se Próspero e Miranda estivessem me avaliando de longe, quem sabe ali mesmo atrás das pedras do ponta do Galeão.

Hoje o sol está saindo e parece que a vida volta ao normal, um quarteirão atrás da igreja que um dos meus avós construiu, uma quadra na frente da praia onde o outro avô me ensinou a nadar. Tudo certo nas cercanias do Trópico de Capricórnio.

Para todos que sentiram a falta de um curso no Rio, explico: eu também senti. Como a coisa funciona: estou sempre disposta e animada para compartilhar qualquer um dos meus cursos (o Como Ver um Filme é o mais popular, mas tenho outros no meu “repertório”). Mas para que isso aconteça, é preciso que a cidade interessada tenha espaço na sua agenda e meios de viabilizar o curso. E como Los Angeles fica (mesmo) do outro lado do mundo, e  como lá do outro lado do mundo é que meu trabalho está, o ideal é quando consigo viabilizar minha ida a várias cidades criando uma espécie de circuiito. Assim, atende-se mais gente com menos tempo.

Melhor caminho: entrar em contato com a Shahid, agência que me representa no Brasil, e começar a conversa.

Sobre Como Ver um Filme – a idéia do curso surgiu, na verdade, depois da  idéia do livro (que já escrevi e que sai em algum momento entre este ano e o próximo). E a base de ambos nasceu de uma conversa com minha amiga Cristiane Costa, editora original do trabalho – será que escritores lêem livros de forma diferente? Ou artistas plásticos vêem quadros e esculturas de outro modo? Ou pessoas que fazem cinema vêem filmes diferentemente?

A primeira e a última pergunta eu podia responder com um entusiástico “sim!”. A progressão era natural – não seria bacana poder compartilhar com as pessoas esse modo diferenciado de ver? Não seria bom, para quem gosta de cinema, poder ver um filme sabendo sua costura, seu processo, o que cada etapa significa e almeja? Livro e curso saíram daí.

Na verdade, o curso acabou dando ao livro sua forma final,  testando ao vivo o seu conceito básico, revelando as principais dúvidas e curiosidades das pessoas, estabelecendo o seu próprio ritmo narrativo. 

Não é um curso para teóricos ou para cineastas – embora ambos tenham frequentado minhas salas e, aparentemente, se divertido muito. É essencialmentre um curso para platéias, para quem gosta de cinema e quer saber os comos e por ques daquilo que vê. É o que chamo de etapa formativa de uma platéia inteligente, informada, capaz de tomar suas decisões e criar sua própria filmografia de consumo, seus padrões, seu gosto.

Sobretudo, é muito divertido. Vê-se muito filme e conta-se um bocado de fofoca – achei que vocês iam querer saber disso…- enquanto vou guiando as pessoas por cada etapa da construção de um filme e mostrando como isso se traduz na tela.

Tudo explicado? Agora vou cuidar da vida, que a chuva passou.

 

 

Por Ana Maria Bahiana às 10h15


02/04/2010

Como Ver um Filme de norte a sul

 
 

Como Ver um Filme de norte a sul

    

 

Se as coisas ficarem um pouco escassas ou esparsas aqui , me perdoem – é que, a partir de domingo, estarei na estrada, rumo ao Brasil, para duas semanas de sessões do meu curso Como Ver Um Filme.

 

Vocês estarão lá? Aqui vão as opções:

 

  • Dia 10 de abril, sábado: Casa do Saber/ São Paulo. Intensivão de um dia a partir das 10h.
  • Dias 12 e 13 de abril, segunda e terça:, Caxias do Sul, Sala de Cinema Ulysses Geremia, a partir das 19h. Inscrições gratuitas!!! Mas as vagas são limitadas. Tel 54 3901 1067, com Jonas. Mais informações aqui.
  • Dias 15, 16 e 17 de abril, quinta a sábado: Fortaleza, Cecomil Mega Store . Inscrições na Distrivídeo Antonio Sales. Dia 20, festa com tema cinematográfico no Seven Dinner Club para encerrar a maratona – quem fizer o curso já está dentro! Mais informações aqui.

 Vejo vocês na estrada….

Por Ana Maria Bahiana às 18h14


19/07/2009

Academia celebra a ciência da ficção

 
 

Academia celebra a ciência da ficção

Você sempre quis saber o que é possível e o que é chute nos filmes? O quanto de ciência havia na imaginação dos realizadores? Então venha comigo quinta feira dia 6 de agosto ao teatro Samuel Goldwyn da Academia para When Worlds Collide: The Science Behind the Movies, uma noite inesquecível que vai explorar exatamente este tema. Com organização do Conselho de Ciência e Tecnologia da Academia, participação de vários especialistas em efeitos especiais e apresentação de Adam Weiner, expert e colaborador da revista Popular Science, o  evento vai responder perguntas eletrizantes tais como: o Homem Aranha pode mesmo despencar do alto de um prédio e não quebrar nem um ossinho? Um carro, não importa se tripulado ou não por Bruce Willis, pode pular sobre um abismo de 10 metros de largura? Ou colidir com um helicóptero? E como foi mesmo que o Titanic afundou?

A noite na Academia é apenas uma das muitas atividades que marcam a semana Cinéfilos oferecida pelo InFilm e coordenada por mim, de 3 a 7 de agosto. Uma visita exclusiva à Disney e a um estúdio de efeitos digitais, um tour da Hollywood histórica e muitas surpresas estão na agenda.

Vejo vocês em breve, certo?

Por Ana Maria Bahiana às 18h06


12/03/2009

Última chamada para Hollywood atrás das câmeras

 
 

Última chamada para Hollywood atrás das câmeras

A viagem está confirmada, Disney Animation entrou no programa e o grupo tem pouquíssimas vagas disponíveis. A hora é essa!

Por Ana Maria Bahiana às 22h28


08/03/2009

Venha comigo a Los Angeles ver o que é Hollywood

 
 

Venha comigo a Los Angeles ver o que é Hollywood

A agência de viagens Latitudes, em parceria com a Casa do Saber, está organizando a viagem Hollywood Atrás das Câmeras.  De 18 de abril a 2 de maio estarei guiando um grupo de fãs do cinema por estúdios, sets e salas de reunião que normalmente não são acessíveis a pessoas "de fora".Visitas à Academia, ao teatro Kodak e ao maior acervo de cinema do mundo,a Biblioteca Margareth Herrick, também estão no programa. Uma extensão a San Francisco, com parada em Carmel, completa a viagem.

Atenção: pelas características da viagem, o grupo é limitado.

Por Ana Maria Bahiana às 15h11


'Como Ver um Filme' em São Paulo

 
 

Como Ver um Filme em São Paulo

 

Os dois módulos do meu curso Como Ver um Filme estão sendo oferecidos em São Paulo neste mês de março. O Módulo I, que cobre o básico da linguagem cinematográfica, já está na segunda de suas quatro aulas, na Casa do Saber Jardins, quartas feiras às 20h.

O Módulo II, que acompanha o uso desses elementos nos cinco principais gêneros cinematográficois, começa nesta terça feira, dia 10, às 19h30, na Casa do Saber  do Shopping Cidade Jardim e vai até dia 7 de abril.

Como Ver um Filme é uma introdução à apreciação cinematográfica para nós, os espectadores. O único pré-requisito é gostar de cinema...

 

Por Ana Maria Bahiana às 14h58


Sobre a autora

Ana Maria Bahiana é jornalista e escritora, com uma carreira que cobre três décadas de reportagem e comentário de cultura no Brasil e no exterior, em imprensa, rádio, televisão e internet. Leia mais

Sobre o blog

Cinema, origem e espelho do que acontece na cultura do mundo. Comentário, notícias, críticas e todas as conexões que o cinema propõe - música, moda, estilo de vida.

Busca

Categorias

Blogs Relacionados

Links Úteis

Histórico